Vereador propõe atestado de sanidade mental antes de posse à Câmara Municipal

_RFP1490(1)

Citando o comportamento do polêmico colega de parlamento Abílio Junior (PSC), sem mencionar o seu nome, o vereador Ricardo Saad (PSDB) apresentou um projeto de lei que obriga os candidatos eleitos na próxima legislatura da Câmara Municipal, a apresentarem um atestado de sanidade mental, antes de serem empossado na casa de leis.

Médico com mais de 40 anos de carreira, o parlamentar diagnosticou que Abílio, sem citá-lo, pode ter algum tipo de distúrbio por ‘atirar na cidade inteira’, causando um estrago moral na vida dos colegas na Câmara.

“Quando você vai comprar uma arma, você tem que levar o atestado de sanidade mental. Aqui dentro a equivalência é a mesma. O vereador vai na tribuna, atira na cidade inteira, atira nos colegas, no prefeito. O estrago que ele faz moralmente é muito grande. Ai um mês depois se comprova que a pessoa que foi citada é inocente. Como que vai recuperar esta imagem perante a família?”, questionou o tucano.

“Dentro do que eu tenho visto neste plenário a atitude de alguns vereadores. Então acho que todos precisam realizar exame que comprove que ele tenha a condição mental de estar aqui dentro. Sou médico com 40 anos de formado e sei distinguir quem tem distúrbio de personalidade. Acho que será um respaldo para outra legislatura”, afirmou.

Na justificativa do projeto apresentado por Saad, o vereador também explica que o exame de sanidade servirá como uma forma de transparência e respeito aos eleitores.

Fonte: Olhar Direto

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *