Presidente nacional do PROS Mulher lança pré-candidatura de Gisela Simona ao Senado

Após reunião realizada na manhã deste sábado (21), dona Cida oficializou o nome da suplente de deputada federal para disputar a vaga deixada pela ex- senadora Selma Arruda
a00434fb-ed24-46f9-aed4-9b93f38af5aa

Durante reunião realizada na manhã deste sábado (21), entre a diretoria estadual e municipal do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) de Mato Grosso, a presidente nacional do PROS Mulher, Maria Aparecida dos Santos, carinhosamente chamada de dona Cida, oficializou o lançamento da pré-candidatura da suplente de deputada federal, Gisela Simona, para a disputa da vaga no senado nas eleições suplementares do próximo ano.

Em seu discurso, dona Cida destacou que o trabalho do PROS em Mato Grosso é trazer renovação para o cenário político e afirmou que sua predileção pelo nome de Gisela surgiu após conhecer as bandeiras defendidas por Simona no Estado. “Não há outro nome mais forte para esta disputa, que não seja o de Gisela Simona. Mulher guerreira, honesta e batalhadora, que luta e defende os direitos dos cidadãos de bem, dedicou sua vida em defesa dos consumidores e com certeza fará muito mais pela população mato-grossense, ocupando uma cadeira no senado”, pontuou dona Cida.

Gisela Simona fez questão de ressaltar que é um soldado do Partido e que se sente honrada em receber o convite. “Acredito no projeto do PROS em Mato Grosso, acredito nessa união de esforços e nesse trabalho integrado com PROS Mulher. As mulheres não podem ficar de fora desse grande momento que o Brasil está vivendo, um momento de transformação, de mudanças, de pensar realmente que futuro a gente quer para as nossas famílias e para as novas gerações. Estou pronta para encarar esse desafio de renovação na política de mãos limpas, se Deus assim permitir”, frisou.

De acordo com o deputado estadual João Batista, que preside a sigla no Estado, após análise do quadro político atual, Gisela é o melhor nome para ocupar a vaga no senado. “A mulher hoje é a essência da sociedade, por isso precisamos ter mais mulheres na política. O trabalho que Gisela desenvolve a frente do Procon, apenas confirma seu gigantesco potencial e sua competência para trabalhar no desenvolvimento de políticas publicas, que garantam o bem-estar social dos mato-grossenses que estão cansados de terem sempre mais do mesmo”, concluiu.

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *