Responsável por morte de várias mulheres, ‘Doutor Bumbum’ quer ser vereador

cb2f98009ebd4b7e220399d64bd0a922

O cirurgião plástico cassado Denis Cesar Barros Furtado, mais conhecido como “Doutor Bumbum”, que é acusado de homicídio doloso pela morte da bancária cuiabana Lilian Calixto em procedimento estético, quer concorrer ao cargo de vereador nas eleições de 2020, segundo o Uol.

Na descrição de seu perfil no Instagram, que tem mais de 600 mil seguidores, o médico escreveu que é pré-candidato à vereador pela capital de Rio de Janeiro. Em seguida, escreveu “Saúde, Justiça”. Logo mais abaixo utilizou as hashtags com as palavras médico e odontologia.

Em meados de maio, Denis teve o registro de médico cassado pelo Conselho Regional de Medicina de Goiás. O ex-médico atuava no Rio de Janeiro, mas o registro só tinha validade para atuação em Brasília em Goiás.

Denis também chegou a ser preso preventivamente em julho deste ano. Mas, em janeiro deste ano, os desembargadores da Justiça do Rio de Janeiro concederam a liberdade ao acusado. O caso ainda aguarda julgamento.

Lilian Calixto saiu de Cuiabá, capital do Mato Grosso, para fazer o procedimento estético com Denis em uma cobertura na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, em julho do ano passado. No dia seguinte à aplicação, passou mal e foi levada para o hospital pelo próprio médico, onde morreu horas depois, após quatro paradas cardiorrespiratórias. O laudo de necrópsia produzido pelo IML atestou que a causa da morte havia sido uma embolia pulmonar.

 

(RD NEWS Com informações do Uol)

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *