Hospital Municipal de Barão de Melgaço atende pacientes em condições insalubres

BaraoMT

Durante todo ano de 2019, o portal de notícias Transparência/MT, além de outros veículos de comunicação do Estado, tem divulgado o descaso e a má gestão da Prefeitura de Barão de Melgaço, município localizado a cerca de 100km de Cuiabá. Desta vez, o Pronto Atendimento do Hospital Municipal da cidade é destaque nos noticiários com a infraestrutura em condições de calamidade pública, acumulando insetos e mau cheiro, o que torna o local inapropriado tanto para atendimento dos pacientes, quanto para o bem-estar dos funcionários.

Uma servidora que pediu para não ser identificada, temendo represálias, afirmou que as condições da unidade de saúde é precária e os pacientes correm sérios riscos de contaminação no ambiente insalubre.

“Estamos trabalhando em estado de calamidade pública, o mau cheiro está tomando conta do Pronto Atendimento do Hospital, sem falar que corremos risco de contaminação. Há mais de 90 dias que cobramos e estamos esperado uma atitude por parte da secretária de saúde, como também do prefeito Elvio, mas até agora, nada foi feito, só espero que ninguém venha falecer por conta do descaso do poder público municipal”, relatou.

Boa parte da população e outros servidores, relataram a falta de condições de trabalho no Hospital Municipal de Barão de Melgaço. “Não é de hoje que temos visto obras e atitudes consideradas irregulares por parte do gestor desta cidade, que vai desde abandono de obras públicas, compras superfaturadas até precariedade no atendimento de diversos setores, como é o fato apresentado no Pronto Atendimento do Hospital Municipal de Barão de Melgaço. Isso prova que estamos abandonados, em 2020 precisamos mudar esse cenário politico de nossa região, precisamos de alguém que olhe pelo povo, não aguentamos mais esses descasos”, afirmou um munícipe insatisfeito com a atual gestão.

“Pacientes reclamam há meses e até o momento na foi feito”.

Segundo relatos de pacientes, como também de alguns colaboradores da Prefeitura, o mau cheiro incomoda bastante o Pronto Atendimento, mas o que mais está preocupando os pacientes e seus acompanhantes é o risco de contaminação, como também, o risco da dengue, já que no local onde está quebrado, está com água escura parada, que provavelmente deve ser de uma tubulação de esgoto ou uma fossa.

“Há mais de 90 dias que o local precisa de reforma”.

O longo período de espera para arrumar o local, mostra qual é a prioridade que o poder público oferece para o povo de Barão, no início deste semestre as pessoas estão procurando tratamento dentário em outras cidades, porque o equipamento ficou meses sem funcionar.

“Era só arrumar o compressor, e mesmo assim, muitas pessoas ficaram sem atendimento”.

O nome do prefeito de Barão de Melgaço, Elvio de Souza Queiroz está envolvido em diversas investigações da justiça, o legado da sua gestão tem como destaque diversos escândalos, resta saber se nem no último ano do seu mandato, o prefeito irá proporcionar o mínimo de condições, levando dignidade ao povo de Barão de Melgaço.

A equipe de reportagem procurou a secretária de saúde, Waguionira Radica (Deca), como também o prefeito Elvio de Souza Queiroz, para falar sobre o assunto, mas até o fechamento da matéria, não foram localizados.

Da Redação com informações do Notícias da Baixada (Foto/Notícias da Baixada)

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *