No Centro de Custódia, jornalista completa 40 dias de prisão

160a436922d60b2677fae86f9c9e0b4b

Segue detido o jornalista e assessor de imprensa Leonardo Heitor Miranda Araujo, acusado pelos crimes de estupro tentado e ameaça. Ele foi alvo de mandado no dia 25 de novembro e completa 40 dias preso nesta sexta-feira (3).

Conforme informações de um dos processos contra Heitor, ele permaneceu no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), conhecido como presídio Carumbé, até o dia sete de dezembro. Na data, houve transferência ao Centro de Custódia de Cuiabá (CCC). O jornalista apresentou diploma de curso superior para ser transferido.

Alvo de dois mandados de prisão, ambos preventivos expedidos pela Delegacia da Mulher de Cuiabá, Leonardo Heitor é investigado (já virou réu em uma ação) por diversos crimes contra a dignidade sexual. Foram registrados dez boletins de ocorrências contra ele.

O jornalista já recorreu ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), defendido pela Defensoria Pública. Porém, pedido de liberdade foi negado em decisão do desembargador Juvenal Pereira da Silva, no começo de dezembro.

Além da consulta processual, a continuidade da prisão em face do acusado foi confirmada pela assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança de Mato Grosso nesta sexta.

Olhar Direto

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *


Sobre Nós

Texto falando um pouco sobre o portal Transparência MT. Endereço e Expediente também.


MANDE UM EMAIL

LIGUE PARA A REDAÇÃO