Gerente relata que manteve o controle durante assalto à loja no CPA 2; veja vídeo

dona-do-lar-refem

O gerente da loja Gerson Oliveira relatou o pânico e terror que viveu no fim de tarde desta segunda-feira (06), durante assalto a uma loja de móveis e eletro, na Avenida Brasil, no CPA 2. Apesar do medo da situação e de entender que corria sério risco de ser morto na ação, ele conta que buscou manter uma certa tranquilidade e conversar com o assaltante.

Gerson disse que não passou pela cabeça que iria morrer e que tentou manter calmo durante a ação do bandido. Conta que por trabalhar no ramo de varejo, exercita sempre a calma para lidar com as mais diferentes situações do cotidiano.

“Esse controle não é meu, esse controle é de Deus. Eu pedi a ele (Deus), que se fosse minha hora teria que ser agora, mas que Deus pudesse tocar no coração dele (assaltante) e voltasse atrás”, relatou após o fim da ação.

Ele disse que o assltante começou a falar da vida dele, contou que tem um filho doente e que a mãe já morreu. Por conta disso, não teria nada a perder. “Você não tem, mas eu tenho. Eu tenho um filho, tenho uma família”, teria dito o gerente ao assaltante.

Gerson disse que tentou manter a calma e chamou até o assaltante para beber água.

Contou que o assaltante ficou mais tranquilo com a chegada da equipe do Batalhão de Operações Especiais (Bope).

Gazeta Digital

Foto: Laércio Pato Rocco

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *