Riva ‘entrega’ 38 deputados em acordo com Ministério Público

riva

O ex-presidente da Assembleia Legislativa, José Geraldo Riva, e o Ministério Público de Mato Grosso assinaram um acordo de colaboração premiada com ressarcimento aos cofres públicos superior a R$ 50 milhões.

O acordo se encontra nas mãos do desembargador do Tribunal de Justiça, Marcos Machado, que decidirá se homologa ou não a delação. As negociações foram concluídas em dezembro passado, sob a coordenação da procuradora de Justiça e coordenadora do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Ana Cristina Bardusco.

Nos documentos, o ex-deputado detalhou que, durante os 20 anos (1995-2014), houve pagamentos de propina a 38 deputados.

Nos documentos, o ex-deputado detalhou que, durante os 20 anos que atuou como deputado (1995-2014), houve pagamentos de propina para 38 deputados com o objetivo de apoiarem o governo do Estado. O valor total do esquema chegou a R$ 175,7 milhões.

Segundo a delação de Riva, o esquema funcionou nos governos Dante de Oliveira (1995-2002), Blairo Maggi (2003-2010) e Silval Barbosa (2010-2014).

Neste mesmo período, Riva ainda afirma que foram gastos mais de R$ 38 milhões para a compra das eleições da Mesa Diretora do parlamento mato-grossense.

A colaboração ainda se encontra em sigilo. Porém, existem rumores de que Riva teria citado membros do Ministério Público e magistrados em seus relatos.

Fonte: Muvuca Popular

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *