6 mil PMs reforçam a segurança do Estado durante os dias de Carnaval

e918eaccf7b9b5e64ec05d8662ce9411

Visando dar ao cidadão a tranquilidade de passar o feriado onde quiser, a Secretaria de Segurança Pública (Sesp) lançou na manhã desta sexta (21) a Operação Carnaval 2020. Serão empregados 6.293 homens, 897 viaturas para um público estimado de 230 mil em 23 municípios do Estado.

“É dar ao folião a tranquilidade de passar onde ele quiser passar o Carnaval. Se quiser ficar em casa pode ficar. Quem quiser ir para a folia, pode ir, quem quiser ir para os eventos religiosos também pode. O trabalho da segurança pública este ano é dar tranquilidade ao cidadão”, afirmou o secretário de Segurança Alexandre Bustamante em coletiva de imprensa.

Outro detalhe que Bustamente explicou foi a preocupação com as estradas e com acidentes. Segundo ele, serão intensificadas as blitze e a Operção Lei Seca em todo o Estado ao longo dos cinco dias de Carnaval. “A Lei Seca é um evento que já não é mais surpresa para ninguém. Será intensificada nesse período, assim como as blitze e o patrulhamento nas áreas”, pontua.

Sobre as viaturas que estão com documentos atrasados, Bustamente informou que vem acompanhando a situação junto à Corregedoria para apurar o caso. “ Se houve falha de algum servidor, ele vai responder por isso. Não cabe à Segurança Pública ou ao Estado deixar de cumprir suas obrigações de fiscalizar. Vamos continuar fiscalizando”, frisa.

Com relação à segurança nos 29 pontos de festa de Carnaval, o Corpo de Bombeiros antecipadamente atuou e intensificou as fiscalizações.

Orientações

O secretário orienta as pessoas que irão viajar quanto aos cuidados com a segurança das residências. Destaca que cabe à Segurança Pública fazer esse trabalho e, por conta disso, o patrulhamento nos bairros será intensificado. “Serão muito maior do que estão acostumados. Fechamos as áreas administrativas para que a polícia fique focada no Carnaval. Essa é a ideia nesse período”.

Fiscalizações

Será feito rádio patrulhamento aéreo diurno e noturno pelo Ciopar. Apoio direto às equipes de área e especializadas no atendimento de ocorrências policiais, de busca e salvamento e de resgate. Transporte imediato de frações táticas (BOPE, GCCO, GOE e BEA), além de transporte de equipes de investigação (PJC e POLITEC).

Além disso um força-tarefa foi montada envolvendo 200 servidores do Sistema Prisional para reforçar a segurança nas unidades prisionais e socioeducativa.

 

Fonte: RD News

Foto: Rodinei Crescencio

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *