“Funcionário pode ser demitido se não for eficiente”, diz Mauro Mendes

6a83c88211f36f9ff0d2929bf714c8db

Falando para uma platéia de empresários, o governador Mauro Mendes (DEM) defendeu o fim da estabilidade aos servidores públicos. No entanto, reconheceu o princípio do direito adquirido e que a regra poderá ser aplicada somente para novos concursos públicos.

“Qualquer  funcionário pode ser demitido se ele não for eficiente, se nós não quebrarmos essa estabilidade no emprego nesse país. Se não der para fazer para os que já estão, que se faça  para os novos. Assim,  a gente começa a reescrever a história da eficiência do serviço público”, disse, durante evento promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais de Mato Grosso (LIDE-MT) e realizado pela Fiemt.

Já para os próximos concursos, Mauro acredita que as mudanças são possíveis, desde que autorizadas por leis. Para ele, os próprios servidores públicos estão vendo essa necessidade.

“Tento no dia a dia inspirar as pessoas para que compreendam que o Estado brasileiro precisa viver um fenômeno que as empresas brasileiras já vivem há décadas, que é a luta pela sobrevivência e pela eficiência. Alguns servidores já estão vendo isso, motivados, principalmente, pela crise que vivemos no Estado de Mato Grosso. Acredito que tudo isso motiva para uma mudança de comportamento e também para mudanças nas leis, mas que atingirão somente servidores que participarem de concursos futuros”, finalizou o governador (Com Assessoria).

Fonte: RD NEWS

Foto: Christiano Antonucci

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *