Hospital Adauto Botelho tem 17 contaminados por coronavírus

Screenshot_20200407-000348_Facebook

Hospital Adauto Botelho – Caps III, se transformou na maior fonte de Covid-19 de Mato Grosso. 17 pessoas estão contaminadas, sendo 13 profissionais de saúde, servidores do estado e 4 pacientes internados.

A Secretaria de Saúde divulgou nota, confirmando a dramática situação. Profissionais e pacientes que testaram positivo, ou que tiveram algum contato com infectados já estão em isolamento de quarentena.  Cuiabá tem 43 casos confirmados. O número do hospital representa quase a metade dos contaminados da cidade.

A TV Cidade Verde (12.1), exibe reportagem especial sobre o caso, nesta terça (07), no Balança MT. A história veio à tona após trabalho investigativo do repórter Arthur Garcia.

 

NOTA DE ESCLARECIMENTO SES

 

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) já tomou todas as medidas necessárias para garantir a segurança de pacientes e da equipe de saúde do Caps III – Centro de Atenção Psicossocial que trata exclusivamente da recuperação à dependência de álcool e outras drogas –, localizado em Cuiabá, após confirmação de casos de Covid-19 na unidade.

Foram 17 casos confirmados, sendo 13 de servidores e 4 de pacientes. Todos os pacientes e profissionais que testaram positivo ou que mantiveram qualquer tipo de contato com os diagnosticados estão cumprindo regime de isolamento ou quarentena.

É importante ressaltar que grande parte dos casos são sintomáticos leves ou assintomáticos; isto é, não manifestou sintomas.

A SES procedeu com a desinfecção das instalações da unidade. *Além disso, a equipe técnica faz o acompanhamento e o rastreamento individual dos casos, de forma a monitorar também as famílias e os contatos dos envolvidos.*

O Governo ainda enfatiza que, com base na Lei de Acesso à Informação e ao Código de Ética Médica, não detalhará casos isolados e não divulgará informações de caráter particular, visto que a exposição irresponsável pode gerar diversos conflitos para os envolvidos.

 

Fonte: Repórter MT com informações do Governo de Mato Grosso

Foto: tvcv

 

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *