Vereador acusa colega de sensacionalismo em MT

IMG-20200415-WA0025

Uma proposta de autoria do vereador Fábio Teixeira (PSC) de obrigar cada um dos 11 vereadores do município a destinar R$ 4,8 mil de sua verba indenizatória ao combate ao coronavírus (COVID-19) foi duramente criticada pelo 1º vice-presidente da Câmara Municipal, Adelmar Genésio Galio (PSDB).

O vereador Fábio Teixeira, nos bastidores, começou a agir com o intuito de obter apoio de segmentos da sociedade para criticar os colegas que não aderiram a sua proposta.

Por conta disso, a proposta foi duramente criticada pelo vereador Adelmar Genésio Galio que acusou o vereador Fábio Teixeira de não conhecer o regimento interno e atropelar as regras do Legislativo para exigir, sem cabimento, a aprovação imediata.

Em vídeo nas redes sociais, o vereador Adelmar Galio acusou o colega de agir com sensacionalismo com o mero intuito de obter apoio nas redes sociais.

“Vossa Excelência, em quatro anos de mandato, não aprendeu e não teve tempo de ler o Regimento Interno e a Lei Orgânica do Município porque está preocupado com seus cargos Prefeitura”, disse.

Em tom crítico, o vereador Adelmar Galio explicou as seguidas falhas cometidas por Fábio Teixeira que impedem a votação do projeto que destina o dinheiro da verba indenizatória ao combate ao coronavírus.

“O senhor deveria saber que para entrar na pauta de votação o projeto tem que ser protocolado 48 horas antes e o próximo passo, já que o senhor não leu o Regimento Interno, o presidente do Legislativo recebe e encaminha para o secretário fazer a leitura do projeto. O senhor não aprendeu nada ainda. E ainda tem prazo legal para os vereadores fazerem demanda. O senhor quis jogar a opinião pública contra os colegas. Agindo com  sensacionalismo para se passar por bom samaritano”.

O vereador Adelmar Galio ainda acusou Fábio Teixeira de ser conivente com indícios de irregularidades no poder Executivo.

“Se Vossa Excelência acredita no seu rei eu não acredito. O dinheiro que o governo mandou para a cesta básica foi aplicado? O senhor saberia me responder?”, questionou.

Veja vídeo

 

Fonte: Folhamax

Foto: Reprodução

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *