Senador pede ao STF que mande prender Ministro da Educação

Screenshot_20200615-230348_Facebook

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) ingressou com um pedido de prisão no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o ministro da Educação, Abraham Weintraub. O parlamentar também solicitou que Weintraub seja afastado do cargo e alvo de busca e apreensão de celulares e computadores e de quebra de sigilo.

Weintraub voltou a causar polêmica no último domingo (14/06) ao se reunir com manifestantes que estavam em um acampamento desmontado pelo Governo do Distrito Federal (GDF) e disse que já havia se manifestado sobre o que faria “com esses vagabundos”, em resposta a reclamações acerca de “corruptos”.

A fala lembra as polêmicas declarações dele em reunião ministerial de 22 de abril com o presidente Jair Bolsonaro, quando chamou ministros do STF de “vagabundos” e pediu “cadeia” para os magistrados.

Além do episódio mais recente, Randolfe lembra postagem irônica envolvendo a China – Weintraub responde a um inquérito sobre racismo no STF por isso. “Esperamos que a mesma coragem que ele tem cercado por apoiadores, também tenha diante da Justiça”, ironizou.

“Tais demonstrações graves de descaso pela democracia, pela diversidade, pelos Poderes Constitucionais não merecem prosperar, sendo necessária a atuação dos órgãos de controle”, sustenta Randolfe. Para ele, Weintraub cometeu crime de responsabilidade e atentou contra a Lei de Segurança Nacional.

Fonte: Metrópoles

Foto: DIVULGAÇÃO/AGÊNCIA SENADO

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *