Cuiabá empata com Sergipe, avança para 2ª fase da Copa do Brasil e fatura R$ 1 milhão

12d6c8507be247cec301236cfbf6202b

Cuiabá e Sergipe empataram sem gols na noite desta terça (16), em Itabaiana-SE, em jogo válido pela 1ª fase da Copa do Brasil. A classificação do Dourado rendeu pouco mais de R$ 1 milhão, e agora vai enfrentar o 4 de Julho, do Piauí. Mesmo com a eliminação, os sergipanos saíram elogiados de campo, isso porque, o time entrou em campo diante de um surto de Covid-19 que afetou boa parte do seu elenco.

No primeiro tempo o Sergipe surpreendeu o Cuiabá, quando incomodou bastante o time adversário com boas chances para abrir o placar, mas sem muita efetividade. O Cuiabá demorou um pouco para se encontrar no jogo, mas melhorou após os primeiros 15 minutos de sufoco dos donos da casa, que chegaram a ter 61% de posse de bola contra 39% dos visitantes.

Na etapa final, o auxiliar técnico Luiz Fernando Iubel apostou nas estradas dos atacantes Jonathan Cafú, que teve a oportunidade de estrear com a camisa do Dourado, e também de Josiel. Mesmo com as mudanças, o jogo seguiu truncado sem muitas oportunidades de gols para os dois lados, o que confirmou o placar zerado em Itabaiana.

O gramado do estádio Etelvino Mendonça foi destaque da partida, quando foi criticado pelos jogadores e também pelos comentaristas do SporTV. A péssima condição do campo pode ser um dos fatores principais que resultou na má atuação do Cuiabá.

Surto de Covid-19

O Sergipe teve que enfrentar ainda um surto de Covid-19 que atingiu nove atletas e o técnico Paulo Foiani. O clube já havia passado pelo mesmo problema há menos de um mês, quando nove funcionários, entre atletas e membros da comissão técnica, também testaram positivo para a doença. A lista atual de jogadores infectados não foi divulgada pelo clube.

Em entrevista a reportagem do SporTV, o goleiro Marcão se posicionou quanto uma possível paralisação do futebol no Brasil, por conta do avanço da Covid-19 em todo o país.

“Quem tem um salário alto e recebe em dia é muito fácil para parar o campeonato. A gente que joga uma Série D, tiveram jogadores que passaram fome. Eu sei que é uma situação delicada para o país, lamento pelas mortes, mas não concordo com a paralisação do campeonato em si. Tem muita gente envolvida com o futebol que ganha pouco e precisa disso. A gente só torce e ora para que essa situação acabe logo. Só quem está vivendo a situação em si, sabe a situação que a gente passa”, desabafou Marcão.

Próximos compromissos

Agora, o Cuiabá volta suas atenções para o Campeonato Mato-grossense. Na próxima segunda (22), o time enfrenta o Ação, às 18h30 (de Brasília) no estádio Dito Souza, em Várzea Grande-MT. O Sergipe joga no dia 04 de abril, contra o Confiança, pelo Sergipão.

Fonte: RD News/Foto: Assessoria

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *