Policiais saem às ruas para pedir vacina contra Covid-19; João Batista apoiou ato

WhatsApp Image 2021-03-17 at 17.31.12

O deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros),apoiou o ato promovido pelas forças policiais que saíram às ruas da Capital na tarde desta última quarta (17), em manifestação nacional, para pedir prioridade na vacinação contra a Covid-19. Os profissionais não são considerados como público prioritário para receber o imunizante, por isso, marcaram presença na carreata que partiu da Arena Pantanal, em Cuiabá.

João Batista acompanhou a movimentação dos policiais que realizaram a ação, com objetivo de chamar atenção das autoridades no Estado, principalmente para o desmonte do Governo Federal, que recentemente aprovou um Projeto de Emenda Constitucional (PEC), que congela o salário de servidores por um período de 15 anos.

“Estes trabalhadores estão reivindicando nada mais do que os seus direitos, entre eles, a falta de interesse do Governo Federal nas ações preventivas, como é o caso da vacinação desses profissionais. Tendo ainda mais um agravante absurdo por parte do Ministério da Saúde, que lançou uma normativa, colocando presos a frente de policiais que atuam constantemente em prol da sociedade”, salientou o deputado.

O Investigador de Polícia Josair Ferreira, de 52 anos, explicou que o foco do movimento foi mostrar às autoridades que os profissionais da área da segurança precisam entrar no grupo prioritário para receber a imunização contra o Coronavírus. Segundo ele, mesmo com a boa estrutura de trabalho e com os itens necessários de biossegurança, os trabalhadores ainda temem ser infectados pelo vírus.

“Estamos reivindicando os 15 anos de congelamento de salário e vacina para os profissionais. Fizeram um levantamento onde mostra que está morrendo mais servidores da força de segurança do que da própria saúde. Então esses são os nossos dois temas para essa manifestação. Nossa estrutura do local de trabalho está tranquila, tem álcool em gel, máscaras, mas o fator principal é que nós não paramos, e sempre estamos tendo contato com as pessoas desde início da pandemia. Não temos fase amarela, vermelha ou azul”, desabafou.

Dados da doença

Conforme o boletim divulgado pelo Sistema Penitenciário de Mato Grosso nessa última terça (16), 653 servidores já foram infectados pelo novo coronavírus. Desses, 602 pessoas recuperaram da doença, mas sete não resistiram ás complicações do vírus. Ao todo. 6.518 vidas já foram vencidas pela Covid-19 no Estado, conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES).

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *