Cuiabá e Luverdense representam MT na Copa do Brasil e faturam premiações

5cff6af290d5ad07774e34a34f9e9e2c

Cuiabá e Luverdense foram os únicos representantes de Mato Grosso que conseguiram avançar na Copa do Brasil. Além da classificação para a segunda fase, os times mato-grossenses faturam uma bolada na premiação da CBF – R$ 1.070 milhão para o Dourado e R$ 675 mil para o Verdão do Norte. Antes, os clubes também já haviam assegurado R$ 990,00 e R$ 560,00, respectivamente, por terem participado na primeira fase da competição.

A classificação do Cuiabá só aconteceu por conta do regulamento da Copa do Brasil que favoreceu a equipe Auriverde. O time de Mato Grosso tem melhor posição no ranking de clubes da CBF e, por isso, teve que jogar fora de casa, mas precisava apenas de um empate para avançar à segunda fase. A conquista veio diante do Sergipe, na última terça (16), quando o placar terminou zerado, em Itabaiana-SE.

Ainda com o time em transição, o futebol apresentado pelo Dourado foi abaixo da média, não tendo conseguido demonstrar sua força total diante dos sergipanos. Atualmente, o elenco do Cuiabá passa por uma reformulação para a próxima temporada, um dos motivos da falta de entrosamento da equipe mato-grossense na partida. Apesar da péssima atuação, Cuiabá avançou para a segunda fase e agora vai enfrentar o 4 de Julho, do Piauí.

O Luverdense é o outro time do Estado que seguiu na competição. Também por ser o time melhor ranqueado, precisou jogar fora de casa, quando apenas um empate já bastava para avançar no torneio. A classificação do Verdão do Norte veio diante do Uberlândia, após o jogo terminar empatado em 1 a 1, no triângulo mineiro. Na segunda fase, o Verdão vai encarar o Bragantino.

A Copa do Brasil é uma das competições organizadas da CBF mais democráticas do país, pois já apresentou algumas surpresas em edições anteriores como os títulos de Santo André e Paulista nas temporadas 2004 e 2005, respectivamente. A edição deste ano está mais compacta, para se adaptar ao apertado calendário brasileiro, mas com uma premiação espetacular de R$ 76 milhões para o campeão. O fim do torneio está programado para outubro.

Nova Mutum e União estão fora

Nova Mutum e União Rondonópolis não conseguiram se classificar na competição. Os dois times mato-grossenses jogaram em casa e precisavam vencer suas partidas para seguir de fase, conforme exige o regulamento da organização do torneio.

O Azulão do Norte apenas empatou sem gols com o Tombense, em jogo realizado na última quarta (17) em Nova Mutum, no Mato Grosso. Apesar da eliminação, o time conseguiu alargar sua invencibilidade que carrega há mais de um ano. O último revés foi em 8 de fevereiro de 2020, quando o Azulão foi superado pelo Dom Bosco por 2 a 0. Desde então, a equipe fez 14 jogos. Foram seis vitórias e oito empates.

Vale lembrar que o Nova Mutum tem apenas 32 anos de vida e conseguiu o acesso à primeira divisão do Estadual recentemente em 2019, vencendo a competição pela primeira vez no ano seguinte. Esta foi a primeira vez que o Mutum participou da Copa do Brasil.

O União Rondonópolis também não empolgou na competição. O time perdeu em casa para o Coritiba no placar de 1 a 0 e se despediu da Copa do Brasil na sexta (18). Essa foi a sétima participação do Colorado na competição nacional.

Fonte: RD News / foto Rodrigo Rodrigues/CBF

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *