Multas por descumprir toque de recolher chegam a R$ 629,5 mil em Mato Grosso

c9dbf8f9a9125a380e11db2475be7c8a

Em pouco mais de um mês, desde o endurecimento das medidas para isolamento social em Mato Grosso, R$629,5 mil foram aplicados em multas pelo descumprimento do toque de recolher, previsto para as 21h. Operação Dispersão IV, da Polícia Militar (PM), é realizada em todo o estado desde o dia 3 de março.

Multas correspondem ao descumprimento do horário de fechamento de estabelecimentos, aglomerações, além de detenções em barreiras. Conforme relatório da PM, foram realizadas 353 detenções por descumprimento das restrições de circulação de pessoas, 661 por aglomerações e 350 notificações por descumprimento do horário de fechamento obrigatório, às 19h.

Ainda, foram contabilizadas 76,1 mil orientações referentes às restrições, 26,1 mil abordagens em veículos, 31,6 mil pessoas em aglomerações e 26,2 mil orientações sobre o não uso de máscara de proteção facial.

Em última operação, realizada entre os dias 2 e 5 de abril, das 19h às 5h, o relatório apontou que foram aplicadas R$ 96 mil em multas nesses dias. Ao todo, foram abordadas 4,2 mil pessoas em barreiras, 3,2 mil pessoas acabaram dispersadas em aglomerações e 115 notificações foram realizadas em parceria com órgãos de fiscalização.

Multa é de R$ 500 para cada cidadão e de R$ 10 mil para o estabelecimento, e podem ser triplicadas em caso de reincidência no descumprimento das medidas. No caso dos estabelecimentos comerciais, também há possibilidade de interdição do local pelo período de 30 dias e detenção do responsável.

De acordo com o decreto estadual, toque de recolher está previsto das 21h às 5h. Os estabelecimentos comerciais, no mesmo sentido, têm autorização para funcionar das 5h às 20h, desde que cumpridas as exigências de higienização e biossegurança preconizadas pelas organizações de saúde.

Fonte: RD News / Foto Christiano Antonucci/Secom-MT

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *