Bolsonaro diz ter impressão que Covid-19 “matou o mosquito da dengue”

presidente-da-republica-jair-bolsonaro-232901-article

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou, nesta sexta-feira (16/4), que parece que a Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, “matou o mosquito da dengue”.

Durante conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, o chefe do Executivo voltou a colocar em dúvida os números de óbitos em decorrência da pandemia.

Bolsonaro comentava que, durante reunião do comitê para definir medidas de combate à pandemia, na última quarta-feira 914/4), pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que apresente o número de pessoas que morreram por doenças não relacionadas à Covid-19 nos últimos cinco anos.

De acordo com o presidente, os dados serão apresentados na próxima reunião do comitê, ainda sem data marcada.

“Tivemos uma reunião daquele comitê que trata do Covid, né – com presidente da Câmara, Senado, MP, etc. No momento, particularmente, eu resolvo o assunto, mas eu pedi em público ali, para que o ministro da Saúde, na próxima reunião nossa do conselho, apresentar, nos últimos cinco anos, quantas pessoas morreram de cada doença”, declarou Bolsonaro.

E acrescentou: “Tem certas doenças que não morrem mais ninguém. O vírus matou o mosquito da dengue. Então, nós sabemos que tá matando esse vírus, sabemos. Em especial quem é mais idoso, etc, mas temos que ter um número concreto”.

Não é a primeira vez que Bolsonaro coloca em dúvidas os óbitos em razão do novo coronavírus. Em março, Bolsonaro fez declaração semelhante ao comentar a alta de internações de pacientes infectados.

“Parece que só se morre de Covid. Você pode ver: os hospitais estão com 90% das UTIs ocupadas. Agora, o que a gente precisa fazer: quantos são de Covid e quantos são de outras enfermidades”, disse.

Segundo o boletim mais recente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, o Brasil acumula mais de 365 mil mortes e 13,7 milhões de casos

Até novembro do ano passado, o Brasil tinha registrado 1 milhão de casos da dengue em 2020, notificando 528 óbitos.

Fonte: Metrópoles / Foto: Reprodução

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *