Paralisação de frigoríficos deve aumentar o preço da carne bovina

Screenshot_20210417-183215_Chrome

O preço da carne bovina deve aumentar em Mato Grosso nos próximos dias. A paralisação dos frigoríficos tende a gerar uma limitação de oferta e pressionar o custo para o consumidor final. 

A suspensão temporária dos serviços nas plantas ocorre pelo aumento do preço da arroba bovina e certa dificuldade de repasse desse reajuste para o mercado varejista. No caso de Mato Grosso, isso estaria afetando a disponibilidade de gado nos frigoríficos. 

Conforme o Sindicato das Indústrias Frigoríficas de Mato Grosso (Sindifrigo), as plantas abatem entre 800 e 1 mil cabeças por dia, um volume considerado como viável para a manutenção dos serviços. Mas com o preço mais alto da arroba, houve uma redução desses números.

A Sindifrigo informou por meio da assessoria de imprensa que não vai se manifestar sobre a paralisação dos frigoríficos, mas afirmou que a situação terá impacto em Mato Grosso. 

A Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo) disse que, em um ano, o preço do boi aumentou até 60% e a indústria teria passado somente 40% desse reajuste para o consumidor. A arroba chegou a R$ 320 por baixa oferta. 

Em Mato Grosso, o mercado da carne vem pressionado desde o ano passado, quando o preço da exportação ficou melhor para os produtores e houve aumento da demanda da China, reflexo da pandemia.

 Fonte: O Livre / Foto: Divulgação/Abiec

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *