Menino de 6 anos morre após ser agredido pelo pai por errar lição de casa

Screenshot_20210702-224119_Chrome

Uma criança de 6 anos teve morte cerebral decretada após ser agredida pelo pai, de 26, na cidade de Caratinga (MG). De acordo com a Polícia Militar, o pai estava ensinando dever de casa ao filho e disse que ‘perdeu a cabeça’. Por não saber resolver uma atividade e errar, a criança foi agredida com tapas, socos, pontapés e uma rasteira.

“O pai e a criança estavam sozinhos em casa. Ele estava ensinando tarefa para a criança e ficou nervoso, pois a criança não estava conseguindo entender a matéria. Ele efetuou socos do rosto, face e crânio da criança. Em certo momento, ele aplicou uma rasteira na criança, ela caiu, veio a bater a cabeça em um móvel e ficou inconsciente”, explicou o tenente Fábio Fonseca.

O caso aconteceu no último domingo (27) e a morte da criança foi confirmada na tarde de segunda-feira (28). O pai da criança foi preso em flagrante por tortura pela Polícia Civil, ainda no domingo, e encaminhado ao sistema prisional.

Em depoimento, o pai justificou que estaria embriagado no momento das agressões. Disse também que já teve o poder familiar suspenso em razão de agressões e correções abusivas com o menino, mas que depois foi retomado.

Segundo a PM, ao ser agredida a criança bateu com a cabeça em um móvel e teve uma convulsão. O autor tentou desenrolar a língua do menino e deu um banho nele, mas não conseguiu reanimá-lo.

Diante da situação, o próprio pai levou o filho para a UPA da cidade. Os funcionários da Unidade de Pronto Atendimento acionaram a Polícia Militar, avisando sobre o caso.

O inquérito policial continua em andamento e o homem deverá responder por homicídio.

Fonte Pragmatismo Político/ Foto Ilustração Reprodução

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *