Homem é condenado a mais de 35 anos por matar e enterrar ex-mulheres

Screenshot_20210705-210445_Chrome

Adilson Pinto da Fonseca, de 50 anos, foi condenado a mais de 35 anos de prisão pela morte e ocultação dos cadáveres de sua namorada, Talissa de Oliveira Ormond, de 22 anos, e de sua ex-mulher, Benildes Batista de Almeida, de 39 anos.

Decisão se deu durante Tribunal do Júri nesta sexta (2), presidido pela juíza Mônica Catarina Perri. O réu foi condenado a 17 anos e 11 meses pelo primeiro crime e 17 anos e 3 meses pelo segundo crime. Até então, ele estava preso de forma preventiva.

Até Adilson confessar os crimes, mortes eram encaradas como desaparecimento. Mulheres desapareceram em 2013, Corpos foram enterrados no terreno de sua casa, no bairro Nova Conquista, em Cuiabá.

Durante as investigações da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa de Cuiabá, ele foi preso em flagrante por ocultação de cadáver. Em 2019, foi indiciado pela Polícia Civil por ocultação de cadáveres e femincídios.

Homem alegou que cometeu os crimes por ciúmes, depois de discussões ocasionais com as vítimas.

Desaparecimentos

A mãe de Talissa informou à Polícia Civil que ela saiu para trabalhar em uma empresa de telefonia e não deu mais notícias. Na empresa, a chefe da moça disse à mãe que naquele dia ela trabalhou o dia todo e quando saiu, havia um rapaz moreno em uma motocicleta à espera dela. Mas ninguém a viu sair com ele. No dia seguinte, a vítima teria ligado na empresa pedindo socorro. Depois não houve mais contato.

A segunda vítima,  Benildes, desapareceu em 17 de dezembro de 2013. Ela morava na cidade de Asturia, na Espanha, e tinha vindo ao Brasil onde passou cinco meses com a família. A filha dela entrou em contato com a Polícia Federal, que não identificou a saída de Benildes do Brasil.

Os inquéritos, com mais de dois volumes de informações colhidas ao longo dos anos da investigação, direcionavam para o suspeito. (Com informações da assessoria).

Fonte RD News / Foto Reprodução

Anúncio

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *