Categoria: Mundo

Redacao5 de julho de 2021
Screenshot_20210705-211319_Gallery.jpg

4min00

Mais de 4 mil pessoas podem ter recebido água do mar no lugar de uma dose de vacina contra a covid-19 na região de Mumbai, a cidade mais populosa da Índia. Segundo a imprensa local. um elaborado esquema para aplicação de vacinas falsas estava sendo realizado por dirigentes de um importante hospital particular na região.

A polícia já prendeu 14 suspeitos de participarem do esquema, incluindo o dono do hospital Shivam, Shivraj Pataria, e sua esposa, Neeta, além de funcionários e alunos. O hospital foi lacrado pelas autoridades nesta segunda-feira (5) e todo o dinheiro arrecadado pelos fraudadores, 1,24 milhão de rúpias (o equivalente a cerca de R$ 850 mil) foi confiscado, junto com um carro.

De acordo com o Times Of India, o Shivam era um dos hospitais de Mumbai credenciados para realizar a vacinação contra a covid-19. Com a expansão da campanha, os proprietários decidiram fazer um cadastro para realizar a imunização em postos em outros locais da cidade, enquanto buscavam comprar mais 100 mil doses de vacina.

No entanto, eles não conseguiram um empréstimo que seria necessário para pagar as doses. Sem os imunizantes, o grupo decidiu encher ampolas com água do mar e vacinar os inscritos de todo jeito, para ficar com o dinheiro. Ao todo, dos 12 postos volantes montados por eles desde o final de abril, pelo menos 9 aplicaram vacinas falsas em um total de 4.077 pessoas.

Certificados adulterados

A farsa foi descoberta quando funcionários do sistema de saúde indiano notaram a falta de certificados das vacinas aplicadas nesses postos, além de alguns documentos falsificados ou duplicados. Pacientes também relataram à polícia que notaram que os lacres das vacinas estavam violados e que acharam estranho que só poderiam pagar pela vacinação em dinheiro vivo.

“Eles tinham regras bem definidas para esses postos”, explicou um investigador ao Times Of India. “As ampolas eram guardadas em caixas térmicas, para evitar suspeitas. Algumas vezes, eles guardavam os frascos dentro de geladeiras desligadas. Outra regra importante era que eles não deixavam ninguém tirar fotos nesses locais”.

Um estudante de medicina, Kareem Ali, que também foi preso pela polícia, foi usado de cobaia. Os idealizadores do esquema injetaram a água do mar no corpo dele para se certificar de que não causaria nenhum efeito colateral.

Desde abril, a Índia sofre com uma onda brutal de aumento de casos e mortes por covid-19. O governo intensificou os esforços de vacinação e até o momento já aplicou quase 350 milhões de doses de imunizantes. Até o momento, foram confirmados pouco mais de 30 milhões de casos (o 2º maior número do mundo) e 402 mil óbitos (o 3º maior) pela doença no país.

 

Fonte R7 / Repórter MT/ Foto Reprodução


Redacao21 de junho de 2021
WhatsApp-Image-2021-06-21-at-20.51.21.jpeg

3min00

Cuiabá é uma cidade de boas lembranças para La Roja. Lá, a seleção estreou na Copa do Mundo de 2014, no Brasil, com uma vitória por 3 a 1 sobre a Austrália, e hoje enfrenta o Uruguai pela terceira rodada da Copa América. Quem lembra com especial carinho o dia da vitória sobre o oceano é Gabriel, torcedor brasileiro que entrou em campo naquele dia com Alexis Sánchez.

Sete anos depois, o jovem torcedor foi encontrado pelo AS do lado de fora de um hotel de concentração da Seleção na capital mato-grossense . Foi uma experiência que o marcou e até hoje acompanha La Roja: “Eu tinha 11 anos. Houve uma promoção do McDonalds para entrar na Copa do Mundo com o Sánchez. Entrei com ele na partida entre Chile e Austrália, aqui no a Arena Pantanal de Cuiabá. Foi uma experiência maravilhosa, me tornei fã do Chile desde 2014 ”.

Além disso, ele faz alusão à memória mais poderosa que tem daquele dia e ao que o atacante Tocopillano se tornou para ele: “Lembro-me de ‘Chi, Chi, Chi, Le, Le, Le’. Fiquei muito mais apaixonado pelo futebol desde a partir daí, e vi Sánchez como um ídolo para mim . Foi algo incrível. ” Gabriel também é torcedor do Flamengo. Questionado por AS sobre se gostaria de ver Arturo Vidal no ‘Mengão’, fica claro: “Claro! Claro que gostaria de ver o Vidal com a camisa do Flamengo”.

Ao seu lado estava Felipe, seu amigo, torcedor de São Paulo e que também compareceu a Cuiabá para torcer pela seleção de Martín Lasarte: “A Copa América é um evento gigante. É uma oportunidade que não pode faltar. Também fui ao jogo com a Austrália em 2014, eu estava nas arquibancadas ”. Ele também se referiu aos dois nomes que mais chamam a atenção do Red: “Vidal, tem uma carreira tremenda na Europa. Também Isla, que joga aqui no Brasil.”

Fonte: https://chile.as.com/chile/2021/06/21/futbol/1624302806_486091.html

Foto: Reprodução


Redacao12 de junho de 2021
Screenshot_20210612-220331_Facebook.jpg

1min00

Paulina Arreola Perez, 26, foi morta na última quarta-feira (9) a tiros em um encontro com um falso cliente, na Cidade do México. A influenciadora estava com o amigo Eduardo Arturo Trejo, que também morreu na emboscada, segundo informou o jornal britânico The Sun.

Paulina namorava Alexis ‘El Alexis’ Martinez, um dos líderes da organização criminosa La Union Tepito, que tinha envolvimento em sequestros, assassinatos, extorsão e venda de drogas na Cidade do México. Alexis também foi assassinado em março, na cidade de Zopopan.

A influenciadora tinha quase 100 mil seguidores em sua conta do Instagram, onde compartilhava suas viagens. Nas fotos, é possível ver Paulina em cidades como Dubai, Toronto, Atenas. Segundo o The Sun, parte das despesas teriam sido pagas com cartões clonados.

Fonte: IG / Foto Reprodução


Redacao12 de junho de 2021
Screenshot_20210612-212757_Chrome.jpg

2min00

Michael Packard mergulhava nas águas de Cape Cod, em Massachusetts, EUA, quando o incidente aconteceu. À WBZ-TV, a vítima confessa que pensou ter sido atacado por um tubarão. “De repente, senti um grande impacto e tudo escureceu”, recorda.

Mas Michael não sentiu a dor de ser ferido por um dente da baleia, e, por isso, percebeu que estava “na boca” do animal. “Ela estava tentando me engolir e pensei que ia morrer”, assume.

O mergulhador com 40 anos de experiência teria estado cerca de 30 segundos dentro da boca da baleia e foi então que o mamífero emergiu à superfície e o cuspiu, para espanto do colega de Michael, Josiah Mayo, que o aguardava num barco à superfície.

A vítima foi encaminhada para o hospital local em Provincetown, onde foram tratados os seus hematomas. “Estou ferido, mas não tenho ossos partidos”, escreveu na sua página de Facebook.


Redacao4 de junho de 2021
Screenshot_20210604-182209_Chrome.jpg

2min00

Uma noiva morreu durante a própria cerimônia de casamento e o noivo decidiu casar com a irmã dela após ambas as famílias decidirem que as festividades não deveriam parar. A sucessão de fatos tristes e inusitados ocorreu no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, no último fim de semana.

Segundo informações da mídia local, a noiva, chamada Surbhi, sofreu um ataque cardíaco assim que recebeu uma guirlanda símbolo do casório tradicional hindu, do futuro marido Manjesh Kumar. Uma médica foi chamada ao local, mas infelizmente não conseguiu salvá-la.

Ao invés de colocar um ponto final triste na cerimônia, as duas famílias concordaram que o casamento deveria ser realizado, e substiuíram a noiva pela irmã dela, Nisha.

O corpo da noiva falecida foi mantido em uma sala ao lado do salão onde a cerimônia foi realizada e posteriormente foi cremado.

Ajab Singh, um dos tios de Surbhi, disse ao Daily Mail que foi uma “decisão muito difícil”.

“As duas famílias se sentaram juntas e alguém sugeriu que minha irmã mais nova, Nisha, se casasse com o noivo. As famílias discutiram o assunto e ambas concordaram”, disse Saurabh, irmã da noiva, à agência indiana IANS.

Segundo a IANS, o motivo para prosseguir com a cerimônia pode envolver tradições locais. No país, a família da noiva geralmente recebe um dote assim que o casamento é realizado, enquanto a família do noivo talvez quisesse evitar ser mal vista após participar de um casamento inacabado.

“Nunca testemunhamos emoções tão confusas. A tristeza pela morte dela e a felicidade do casamento ainda não foram assimiladas”, resumiu a questão Ajab Singh, um dos tios da noiva.

Fonte: Repórter MT/ R7/ Foto: ilustração


Redacao29 de maio de 2021
Screenshot_20210529-214352_Facebook.jpg

1min00

A empresa espacial Space X do bilionário Elon Musk, enviará um foguete que levará reabastecimento da Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês) nessa quinta-feira, e que também enviará 128 filhotes de lula Bobtail e 5.000 tardígrados, o animal mais resistente do mundo.

Segundo o Tilt do UOL, A pretensão é que os pequenos animais sejam estudados em microgravidade. Os cientistas que já estão na ISS irão estudar as lulas bioluminescentes (que brilha no escuro) para saber se a microgravidade afeta a relação delas com micróbios benéficos.

Os pequenos tardígrados serão testados para comprovar que são “indestrutíveis” também no espaço. Essas criaturas que vivem na água, conseguem suportar temperaturas extremamente altas ou baixas, além de lugares áridos.

Fonte: Repórter MT / Foto: Reprodução


Redacao21 de maio de 2021
Sem-titulo-1.jpg

1min00

Cena comovente: jovem migrante amarra diversas garrafas plásticas ao corpo para não afundar no mar

 

Fonte: Midia News / Foto: Reprodução


Redacao20 de maio de 2021
01a74a5791653f7f12804eeb912d50dc.jpg

4min00

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta quinta-feira (20.05), 390.215 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 10.595 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Nas últimas 24 horas, foram notificadas 47 mortes e 2.008 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 390.215 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 9.840 estão em isolamento domiciliar e 368.199 estão recuperados.

Entre as vítimas, estão jovens de 27 e 30 anos, residentes em Cuiabá e Rondonópolis, respectivamente. Não foi informado se eles possuíam comorbidades.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 408 internações em UTIs públicas e 322 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 78,92% para UTIs adulto e em 37% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (82.788), Rondonópolis (28.391), Várzea Grande (26.975), Sinop (20.207), Sorriso (13.331), Tangará da Serra (12.947), Lucas do Rio Verde (11.998), Primavera do Leste (10.388), Cáceres (8.244) e Alta Floresta (7.434).

O documento ainda aponta que um total de 331.224 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 753 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na quarta-feira (19), o Governo Federal confirmou o total de 15.812.055 casos da Covid-19 no Brasil e 441.691 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 15.732.836 casos da Covid-19 no Brasil e 439.050 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados desta quinta-feira (20).

Recomendações

Já existem vacinas para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança.

Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: Folhamax / Foto: Reprodução


Redacao18 de maio de 2021
6_concursos_cremacao.jpg

2min00

Uma idosa de 76 anos, que havia sido dada como morta por covid-19 por seus familiares, acordou pouco antes de ser cremada na pequena vila de Mudhale, no oeste da Índia. O caso aconteceu na semana passada.

 

Segundo o jornal India Today, a mulher, chamada Shakuntala Gaikwad, tinha sido diagnosticada com infecção pelo novo coronavírus no início de maio. Após alguns dias em casa, seu estado de saúde piorou e a família a levou para a cidade de Baramati, que fica a cerca de 30 quilômetros dali, no último dia 10.

 

Enquanto os familiares tentavam uma vaga em um dos hospitais da cidade, que estava lotado, Shakuntala passou mal e desmaiou dentro do carro. Como ela não se movia mais, eles acreditaram que ela estava morta e a levaram de volta para Mudhale, para receber os últimos rituais antes da cremação segundo as tradições hindus.

A idosa foi colocada em um esquife para um rápido ritual de velório antes da cremação. Foi nesse momento que ela soltou um gemido e acordou, chocando seus familiares. Imediatamente, ela foi levada para um hospital da região, onde segue internada. Não há mais informações sobre seu estado de saúde.

 

Com um crescimento brutal no número de casos nos últimos dois meses, a Índia tem hoje mais de 25 milhões de infecções confirmadas por covid-19, o segundo maior número da pandemia no mundo, além do terceiro maior número de mortes, 278,7 mil. Somente nas últimas 24 horas, mais de 4,3 mil óbitos foram registrados.

Fonte: Gazeta Digital / Foto: Reprodução


Redacao9 de abril de 2021
manaus-hospital-jonne-roriz-img_0579.jpg-1280x853.jpg

2min00

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (9), 327.449 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 8.487 mortes em decorrência do coronavírus.

Foram notificadas 2.550 novos casos de Covid-19 e 84 mortes nas últimas 24 horas. Dos 327.449 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 13.357 estão em isolamento domiciliar e 303.501 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 526 internações em UTIs públicas e 514 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 97,95% para UTIs adulto e em 59% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (69.850), Rondonópolis (24.578), Várzea Grande (21.089), Sinop (16.369), Sorriso (12.018), Tangará da Serra (11.174), Lucas do Rio Verde (10.764), Primavera do Leste (9.533), Cáceres (7.092) e Alta Floresta (6.333).

Um total de 291.286 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 1.497 amostras em análise laboratorial.

Fonte: G1 / Foto: Reprodução