Categoria: Brasil

Redacao6 de julho de 2021
433da43ac0f81107d2a67a3d4442c8b6.jpg

2min00

Um incêndio de grandes proporções atingiu a Terra Indígena Baía dos Guatós, no município de Barão de Melgaço (113 km de Cuiabá), na segunda-feira (5). As áreas devastadas pelas chamas foram de aproximadamente 2 km.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as equipes detectaram as chamas através de monitoramentos via satélite. Por conta da impossibilidade de acessar o local por terra, os bombeiros tiveram que realizar voos pela região nesta terça-feira (6) para verificar a real situação do incêndio.

Os militares constataram que o fogo apagou sozinho, por conta da umidade da vegetação local.

Ainda não há informações de como o incêndio iniciou. As causas serão apontadas após perícia técnica realizada pela corporação.

No ano passado, o fogo consumiu cerca de 2,1 milhões de hectares na região.

A Funai informou que, por meio da Coordenação de Prevenção de Ilícitos (Copi) e Coordenações Regionais, tem realizado ações de prevenção a incêndios florestais em terras indígenas, em parceria com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/PrevFogo).

As iniciativas fazem parte das atividades de Manejo Integrado do Fogo (MIF) nesses territórios.

Fonte: RepórterMT / Foto: Tenente Thiago / CBM


Redacao5 de julho de 2021
909e2b4f1a1ddc3d3a253d60d9ff46a1.jpg

1min00

Imagens que circulam nas redes sociais nesta segunda-feira (05) mostram o momento em que uma mulher, que não foi identificada, mata o próprio marido após ter sido espancada por ele no meio da rua. O caso teria acontecido no Paraná.

Nas imagens, registradas por uma testemunha, é possível ver o homem batendo na mulher enquanto manda ela “encher o saco de outro”.
A mulher, que estava de pijama, teria ido pegar o marido no bar e ele não gostou dessa atitude dela, e ficou transtornado.

Pela própria segurança, com medo de ser assaltada, a mulher levou uma faca consigo para pegar o marido no bar e acabou usando a mesma para matá-lo. Ela alega legítima defesa. A vítima foi identificada sendo Anderson Santos Pereira, de 40 anos.

Não há mais informações sobre o paradeiro da assassina.

IMAGENS FORTÍSSIMAS – VEJA AQUI

Fonte: RepórterMT / Foto: Reprodução


Redacao5 de julho de 2021
Screenshot_20210705-205429_Chrome.jpg

1min00

O dono de um Fiat Uno estacionou numa rampa para tirar fotos do Rio Paranaíba, em Itumbiara, no sul goiano, e o veículo foi parar dentro da água. Um vídeo mostra o momento em que o carro, que estava a dois metros de profundidade, é resgatado.

O caso aconteceu na manhã desta segunda-feira (5), na Avenida Beira Rio, segundo o Corpo de Bombeiros. Uma pessoa estava no veículo, mas saiu a tempo e não se feriu.

Após a rápida sessão de fotos, de acordo com os bombeiros, o homem perdeu o controle do veículo na hora de ir embora. O carro apagou e desceu para dentro do rio.

Um militar entrou na água para amarrar o veículo na viatura da corporação. Em seguida, o carro foi puxado para fora da água.

 

Fonte Repórter MT / Foto Emerson Ferreira/TV Anhanguera


Redacao2 de julho de 2021
Screenshot_20210702-224119_Chrome.jpg

3min00

Uma criança de 6 anos teve morte cerebral decretada após ser agredida pelo pai, de 26, na cidade de Caratinga (MG). De acordo com a Polícia Militar, o pai estava ensinando dever de casa ao filho e disse que ‘perdeu a cabeça’. Por não saber resolver uma atividade e errar, a criança foi agredida com tapas, socos, pontapés e uma rasteira.

“O pai e a criança estavam sozinhos em casa. Ele estava ensinando tarefa para a criança e ficou nervoso, pois a criança não estava conseguindo entender a matéria. Ele efetuou socos do rosto, face e crânio da criança. Em certo momento, ele aplicou uma rasteira na criança, ela caiu, veio a bater a cabeça em um móvel e ficou inconsciente”, explicou o tenente Fábio Fonseca.

O caso aconteceu no último domingo (27) e a morte da criança foi confirmada na tarde de segunda-feira (28). O pai da criança foi preso em flagrante por tortura pela Polícia Civil, ainda no domingo, e encaminhado ao sistema prisional.

Em depoimento, o pai justificou que estaria embriagado no momento das agressões. Disse também que já teve o poder familiar suspenso em razão de agressões e correções abusivas com o menino, mas que depois foi retomado.

Segundo a PM, ao ser agredida a criança bateu com a cabeça em um móvel e teve uma convulsão. O autor tentou desenrolar a língua do menino e deu um banho nele, mas não conseguiu reanimá-lo.

Diante da situação, o próprio pai levou o filho para a UPA da cidade. Os funcionários da Unidade de Pronto Atendimento acionaram a Polícia Militar, avisando sobre o caso.

O inquérito policial continua em andamento e o homem deverá responder por homicídio.

Fonte Pragmatismo Político/ Foto Ilustração Reprodução


Redacao1 de julho de 2021
7029f275742494e7b0022d095e5fd3fd.jpg

1min00

Mulher acusada de agredir a companheira, de 65 anos, foi presa nesta quarta-feira (30). A prisão foi realizada na região central de Cuiabá, pela Patrulha Maria da Penha.

Segundo informações da guarnição que atendeu a ocorrência, a denúncia foi registrada pelo 190, que relatava a agressão a uma senhora que pediu ajuda em um salão de beleza. Ela apresentava lesões na cabeça e no rosto e foi encaminhada pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) a um hospital.

A equipe disse ainda que ela estava sem condições de falar sobre o ocorrido. Porém, testemunhas que conhecem o casal relataram que a idosa é agredida constantemente pela companheira.

Em diligências, a acusada foi encontrada e detida. Ela era monitorada por tornozeleira eletrônica.

Fonte: Folhamax / Foto: Reprodução 


Redacao22 de junho de 2021
b395676390f765ba6dd3ee48fdd3c2c1.jpg

1min00

A Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) divulgou, nesta terça-feira (22.06), o Boletim Informativo n° 471 com o panorama da situação epidemiológica da covid-19 em Mato Grosso.

O documento mostra, a partir da página 11, que 28 municípios registram classificação de risco muito alto para o coronavírus.

São eles: Água Boa, Araguainha, Barra do Bugres, Barra do Garças, Brasnorte, Cáceres, Campo Novo do Parecis, Campo Verde, Colíder, Confresa, Guarantã do Norte, Guiratinga, Itanhangá, Jangada, Juína, Lucas do Rio Verde, Luciara, Novo Mutum, Peixoto de Azevado, Ponte Branca, Primavera do Leste, Querência, Santa Rita do Trivelato, São José do Povo, Sapezal, Tangará da Serra, Torixoréu e Vila Rica.

Outras 113 cidades estão classificadas na categoria moderada para a contaminação do coronavírus. Nenhum município foi classificado com risco moderado ou baixo para a covid-19.

Fonte: RepórterMT / Foto: Secom/MT


Redacao17 de junho de 2021
3aea01418b92ee9f128df8d1f386a7bf.jpg

3min00

Um acidente envolvendo três carretas, um carro de passeio e uma van deixou dois mortos e dois feridos na tarde desta quinta-feira (17) na BR-163, em  Diamantino (a 202 quilômetros de Cuiabá). Os veículos pegaram fogo após a colisão.

 

O acidente aconteceu no quilômetro 560 da rodovia, sobre a ponte do Rio Arinos.

 

As equipes da Rota do Oeste – concessionária que administra o trecho – e do Corpo de Bombeiros foram acionadas para prestar socorro.

 

As duas carretas bateram de frente possivelmente em razão de uma ultrapassagem mal sucedida.

 

Com a colisão, os veículos pegaram fogo e as chamas atingiram o carro de passeio e a van, que vinha logo atrás. De acordo com informações preliminares, nenhuma das carretas levava material inflamável.

Dois motoristas das carretas morreram carbonizados. As duas vítimas que estavam no carro foram socorridas e encaminhadas para o Hospital de Nova Mutum.

Já os ocupantes da van e um o motorista de uma das carretas saíram ilesos. Eles assinaram termo de dispensa de atendimento médico e foram liberados.

 

O fogo foi controlado mas a via segue completamente interditada.

 

Pessoas que trafegavam pela rodovia registraram os veículos em chamas.

 

Veja os vídeos:

Fonte: Midia News / Foto: Reprodução

Redacao13 de junho de 2021
Screenshot_20210613-200926_Facebook.jpg

2min00

Investigadores de um assassino em série e canibal encontraram recentemente 3.787 ossos humanos (ou fragmentos) enquanto desenterravam os restos mortais de pelo menos 17 vítimas sob a casa do açougueiro nos arredores da Cidade do México. A revelação foi feita no sábado (12/6).

O número chocante de fragmentos de ossos encontrados sob o piso de concreto do homem, identificado apenas como Andrés, por razões legais, sugere que os corpos foram cortados em pedaços minúsculos, dizem os promotores, citados pelos “Sun”. O corpo humano tem 206 ossos.

O açougueiro aposentado, de 72 anos, que teria comido partes de diversas vítimas, disse a um tribunal que arrancou a pele do rosto de uma delas porque a achava “muito bonita”.

Andrés fez a afirmação doentia durante uma audiência de quatro horas no México, quando foi oficialmente acusado de matar a esposa de um policial em serviço.

Os promotores do Estado do México sugeriram que as terríveis descobertas podem não terminar aí, já que o trabalho de escavação, iniciado em meados de maio, ainda não terminou.

Documentos de identidade e outros pertences de pessoas que desapareceram anos atrás foram encontrados na casa cheia de lixo, sugerindo que o rastro de assassinatos pode remontar a anos.

 

Fonte: Repórter MT / Foto: Reprodução 


Redacao12 de junho de 2021
Screenshot_20210612-213504_Facebook.jpg

4min00

Nem tudo na vida são flores, imagina para quem deseja engatar um relacionamento amoroso quando seu par mora em outro estado, a muitos quilômetros de distância. Imagina ainda você dar um passo além, próximo ao Dia dos Namorados, mas a história terminar de forma “trágica”, mas de certa forma cômica. Pois é, aconteceu com Isabel Laiane, de 18 anos.

 

A jovem, que mora em Porto Velho, no estado de Rondônia, decidiu viajar e arriscar um relacionamento amoroso longe da terra natal e conhecer novos ares e culturas. Para isso, marcou de se encontrar com o crush em território sul-mato-grossense, mais precisamente em Campo Grande.

 

Ela deixou o norte do país e atravessou 2.348,4 quilômetros para encontrar, eventualmente, aquele que poderia ser seu futuro par. Tudo teria começado no aplicativo de relacionamentos do Tinder, onde ela conheceu o rapaz, desenvolveram muitos assuntos e resolveram arriscar o próximo passo.

 

Nos vídeos que viralizaram na rede social TikTok, ela conta toda a história que foi divida em três partes – mas infelizmente a jovem apagou as outras e fez um resumo da história -, que renderam boas gargalhadas e até um shipp (torcida) do casal. Mas tudo terminaria de forma cômica e levemente triste.

 

Na legenda de seu último vídeo, Isabel publica a seguinte frase: “Quer casar? É só ficar comigo. Uma semana depois você estará noivo!”, brincando com a situação vivida no início de maio, quando viajou para Mato Grosso do Sul.

 

“Hoje eu vou contar pra vocês como foi atravessar o Brasil para ver o boy e uma semana depois ver ele noivo, check!”, disse a garoto nos vídeos. Assim, ela conta quando conheceu o rapaz campo-grandense no Tinder.

 

“Passou mais ou menos 1 mês, não sei ao certo, e ele falou ‘por que você não vem aqui?’ Aí eu fui lá e falei ‘eu posso ir’. Uma semana depois de comprar a passagem, eu fui pra lá. Eu falei que eu fui para Campo Grande”, descreveu.

 

Na história maluca, a menina lembra que chegou a ficar hospedada alguns dias na casa do rapaz, conheceu toda a família, mas logo precisou voltar para Porto Velho. Foi aí que o conto de fadas mudou de rumo. “Um dia antes de vir pra casa, ele pegou, deitou no meu peito e chorou. Disse que não queria que eu fosse embora, pediu para que eu ficasse mais um pouco”.

 

Tudo parecia cena de filme, mas era cilada. Dias após voltar para sua terra natal, ela descobriu que o “seu romance” vivia com outra pessoa e, mais, ele acabaria ficando noivo de outra menina.

 

“Uma semana depois, assumiu ela, comprou aliança, aquela coisa toda. E eu tô aqui agora, gravando Tik Tok pra vocês”. Isabel levou na esportiva a história e viralizou no TikTok.

Fonte: Top Midia News / Foto Reprodução


Redacao10 de junho de 2021
22fac79448ce17833a45bffea4f1ef41.jpg

2min00

Incêndio destruiu uma boate situada na BR-163, em Caarapó (MS), e comandas com valores de programas e até especificidades como ‘fio terra e strip-tease’ estão sendo divulgadas nas redes sociais como sendo do local.

De acordo com o site Ligado na Notícia, as chamas destruíram o local no último domingo (6). A suspeita de que o marido da dona do local tenha causado o incêndio foi levantada, já que ambos haviam brigado. A proprietária da boate é uma travesti conhecida na região.

Como para o brasileiro praticamente tudo vira piada, depois do incêndio fotos de recibos e comandas de serviços de programas foram publicadas. Alguns internautas indicaram que os documentos eram de frequentadores do local, que pediam serviços como  “fio terra” e programas durante viagens para outros estados.

Ainda de acordo com o site, uma comanda de R$ 5 mil reais que inclui um programa sexual, uma cerveja refinada, amendoim sem pele e viagem com direito à acompanhante de luxo para outro estado foi divulgada assim como outro onde havia 12 camisinhas sabor de morango no valor de R$ 100 reais, 4 programas por R$ 480 e 2 “fio terra” por R$ 200.

A veracidade das comandas não foi confirmada por autoridades locais. O crime de incêndio é investigado pela Polícia.

Fonte: Top Mídia News / Foto: Reprodução