Categoria: Esportes

Redacao6 de julho de 2020
1594087391237-1280x817.png

5min00

Horas após o governador de São Paulo, João Doria, afirmar, nesta segunda (6), que os clubes de futebol de seu estado não poderão iniciar a participação no Campeonato Brasileiro antes do término do Campeonato Paulista, a Confederação Brasileira de Futebol divulgou nota na qual diz que o começo do Brasileirão será em 9 de agosto.

“A respeito da declaração do governador de São Paulo, João Doria, em coletiva nesta segunda-feira, 6, sobre o Campeonato Brasileiro, a CBF afirma que: 1 – Os clubes de São Paulo aprovaram, em reunião no dia 25 de junho, com a presença dos 40 clubes das Séries A e B, as datas de 9 de agosto para o início da Série A do Campeonato Brasileiro e 8 de agosto para início da Série B. 2 – Para preservar estas datas, os clubes concordaram em jogar fora de seus domínios, transferindo o seu mando de campo para outra cidade ou estado caso o seu local de jogo não esteja liberado nas datas de início das competições. Essa decisão foi tomada em votação que contou com o apoio de 19 clubes da Série A, incluindo todos os de São Paulo. 3 – Os clubes de São Paulo disputantes do Campeonato Brasileiro da Série A reafirmaram sua posição em contato com a CBF, nesta segunda-feira, 6. A CBF e a Federação Paulista de Futebol [FPF] estão em permanente sintonia em relação aos temas de interesse do futebol brasileiro”, diz a nota.

Doria expressou sua posição um dia após a publicação de entrevista do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, ao jornal O Globo, na qual ele confirma a abertura das Séries A, B e C do torneio nacional para os dias 8 e 9 de agosto.

“Temos três rodadas para concluir o campeonato [na verdade, duas para finalizar a primeira fase, tendo ainda o mata-mata pela frente]. Sem concluir [o Estadual], os times de São Paulo não podem participar do Brasileiro. Estamos levando isso em conta, os aspectos de saúde e o protocolo assinado com a Federação Paulista de Futebol [FPF]. E esta, por sua vez, com as equipes da primeira divisão [Série A1]”, afirmou Doria, em entrevista coletiva. “Sobre a decisão da CBF de voltar no dia 9, não houve consulta prévia ao governo do estado de São Paulo”, completou.

Ainda não há uma data oficial para reinício do Paulistão, suspenso após a 10ª rodada da primeira fase. Na última sexta (3), o secretário de esportes do estado de São Paulo, Aildo Ferreira, disse que a realização de eventos esportivos poderá ser autorizada a partir de 27 de julho nas regiões que passarem, ao menos, quatro semanas na terceira de cinco fases do plano de reabertura das atividades no estado. Ou seja, onde a pandemia do novo coronavírus (covid-19) estaria mais controlada. (EBC)


Redacao23 de maio de 2020
Screenshot_20200523-001208_Facebook.jpg

1min00

O FC Seoul recebeu uma multa equivalente a R$ 450 mil, após utilizar algumas bonecas infláveis nas arquibancadas do Estádio da Copa do Mundo durante a vitória sobre o Gwangju FC por 1 a 0, no último domingo, pela Liga da Coreira do Sul.

 

De acordo com a punição, a atitude ‘causou sérios danos à imagem e integridade’ da competição e por ofender os espectadores masculinos e femininos. As bonecas, vestidas com roupas oficiais do clube, foram colocadas como se estivessem incentivando os jogadores, e além de mensagens de apoio à equipe, algumas delas possuíam placas que incluíam referências a sites com conteúdo sexual.

 

A atitude gerou inúmeras críticas recebidas através das redes sociais. Com isso, os dirigentes do clube pediram desculpas e afirmaram que utilizavam os bonecos pensando que eram manequins simples e com o objetivo de acrescentar um elemento de diversão em vista da impossibilidade de ter espectadores reais.

 

Fonte: https://odia.ig.com.br/esporte/2020/05/5921087-clube-recebe-multa-apos-utilizar-bonecas-sexuais-em-arquibancadas-durante-partida.html


Redacao1 de maio de 2020
images-1.jpeg

5min00

 

O primeiro de Maio não vai ser motivo de comemoração para 62 pessoas demitidas pelo Flamengo às vésperas do feriado do Dia do Trabalhador. Após 46 dias de paralisação do futebol por conta da pandemia do novo coronavírus, o clube mais popular do país escolheu reduzir custos, cortando cerca de 10% dos funcionários. “Ficamos tristes, sentidos, mas não temos muito o que fazer”, lamenta o presidente do Sindicato dos Empregados em Clubes, Federações e Confederações Esportivas (Sindeclubes), José Pinheiro. Segurança do Flamengo há 45 anos, Pinheiro diz que, diferente de outros períodos, os trabalhadores receberão todas as verbas rescisórias a que fazem jus e que o clube, como empregador, também está dentro do direito de reduzir a folha de pessoal: “Poderíamos protestar, mas neste momento não teria jeito. Vivemos uma fase triste”.

 

Leia também -Palmeiras recusa ajuda da Crefisa e vai reduzir salários do time e de Luxemburgo

O Flamengo também estabeleceu um critério para corte de salários. Para os funcionários que ganham mais de R$ 4 mil, o clube descontará 25% do valor recebido acima destes R$ 4 mil. O caminho da redução de salários é o mesmo adotado por 80% dos clubes da Séria A do Campeonato Brasileiro. Entretanto, a maior parte busca poupar os funcionários com salários menores. O Palmeiras, por exemplo, optou em reduzir este mesmo percentual dos rendimentos de atletas e comissão técnica.

 

“Esta crise implica em questões éticas delicadas nas relações entre clubes e profissionais. Mas configura um certo absurdo e provoca protestos na sociedade e nas redes sociais o Fla não mexer, aparentemente, nos astronômicos vencimentos de jogadores e atingir os funcionários mais pobres”, analisa o comentarista esportivo Márcio Guedes. “É injusto, e não faz sentido, um clube de massa, com milhões de torcedores de baixa renda, voltar-se contra os mais humildes”.

 

O sócio e conselheiro do Flamengo David Butter também estranhou a decisão, principalmente porque está publicado no site a demonstração financeira do clube, pontuando que ele poderia suportar por três meses a pressão econômica provocada pela crise criada pela covid-19. Neste mesmo texto, o Fla também ressalta a preocupação com a segurança dos funcionários. “Vamos questionar e tentar entender a razão de, nesta hora mais sombria, cortar na cadeia salarial mais baixa. Entendemos que agora é preciso preservar os vínculos e cumprir parte de uma missão de responsabilidade social”, avalia Butter, que integra o grupo Flamengo da Gente. “Quem pode dizer se isto poderia ser evitado ou não é a diretoria e o conselho diretor. Eles têm os elementos de decisão para nos dar uma resposta plena. Vamos pedir explicações”. Procurado pela reportagem da Agência Brasil, o Flamengo disse que não vai se manifestar sobre o caso.

 

Segundo o consultor da Ernest Young Alexandre Rangel, todas as receitas dos clubes estão travadas e a previsão é de que o quadro se agrave: “As autoridades não sabem dizer quando o futebol pode voltar. Há um cenário de indefinição e a tendência é a de que todos os [clubes usem todos os] artifícios legais: redução de salários, suspensão de contratos de trabalho e demissões. É inevitável”.

 

O consultor também diz que, mesmo com a volta da normalidade, o dinheiro leva, em média, de 90 a 120 dias para entrar no caixa dos clubes: “Isso é só o começo do movimento, desesperador para a maioria, e ainda controlável para alguns”.

 

Fonte Gazeta Digital

Foto Reprodução


Redacao10 de abril de 2020
Screenshot_20200410-182337_Facebook.jpg

8min00

O ex-jogador de futebol Junino Pernambucano encontrou o homem que levou um tapa no rosto do madeireiro Adonias Correa Santana, e vai financiar pelo menos três meses de tratamento dele, que é dependente químico, em uma clínica de reabilitação. O vídeo do pedinte sendo vítima do ex-tesoureiro do PSL Mato Grosso viralizou em todo o país.

Pelo Twitter, o jogador afirmou que entrou em contato com Rogério Pereira, professor de processo penal e advogado, que foi até a casa do pedinte. O homem se chama Anderson e é dependente químico. “Antes de criticá-lo, saiba que na maioria das vezes, o caminho das drogas, é o único que é capaz, para muitos, de trazer algum prazer em estar vivo. Não incentivo ninguém a usar, mas não me acho no direito de dizer, o que cada um deve fazer com seu corpo, pois a única coisa intocável que você tem, é sua vida, sua liberdade, mesmo que seja pra fazer mal a você mesmo. Sou contra a política violenta de combate às drogas, já provado que não traz resultados esperados”, afirmou.

Juninho Pernambucano

@Juninhope08

Pra quem se sensibilizou com o vídeo, do rapaz que leva um tapa no rosto por pedir dinheiro, é o seguinte. Falei com Rogério Pereira, que é professor de processo penal e advogado, que foi até a casa dele. Ele se chama Anderson. Segue..

O jogador continuou, afirmando que Anderson concordou em ir para uma clínica de reabilitação, e será enviado hoje mesmo. Ele ficará por no mínimo três meses. “A família do Anderson só falou coisas boas dele. E sabe que ele precisa de ajuda. Não adianta darmos a ele, as doações que muitos de nós, queríamos fazer, pois claro, ele não suportaria a tentação do uso. Se ele precisar ficar 1 ano, ficará, mas queremos ele recuperado e de volta a sociedade como exemplo pra outros”, completou

Juninho ainda completou que, assim que Anderson sair da clínica, precisará de doações. “Enchem a boca pra falar, tem que dar educação, não dê nada de dinheiro, ele só vai pedir depois etc… isso é discurso elitista e egoísta. Algo que vem antes da educação é DIGNIDADE HUMANA. Ninguém será educado sem um mínimo de dignidade. Assim, o ajudaremos a trabalhar, se alimentar e seguir seu caminho. Vai dar certo ? Não sabemos. Mas é o único provável caminho que poderá recupera-lo e reintegrá-lo à sociedade”.

Antônio Augusto Ribeiro Reis Júnior, mais conhecido como Juninho Pernambucano nasceu em Recife em 1975, e é um ex-futebolista brasileiro que atuava como meio-campista, atualmente é diretor de futebol do Lyon.
Ententa o caso

Na última quinta-feira (9), um vídeo rodou as redes sociais. Nele, um homem dava um tapa no rosto de um pedinte após oferecer dinheiro a ele. A gravação viralizou e indignou os brasileiros. O homem logo foi identificado como um madeireiro de Tabaporã, chapado Adonias Correa Santana. Ele tem 22 processos em seu nome, e era tesoureiro do PSL Mato Grosso. O partido já anunciou sua expulsão. A Polícia Civil da cidade de Sinop (500km de Cuiabá), onde o fato aconteceu, investiga o crime.

 

Fonte: Olhar Direto

Foto: Reprodução


Redacao1 de abril de 2020
Screenshot_20200401-223944_Chrome.jpg

1min00

A Liga Alemã de Futebol (Bundesliga), que reúne 36 clubes da primeira e segunda divisão do país, ampliou a paralisação dos campeonatos até 30 de abril. O anúncio foi feito nesta terça-feira (31) pelo pelo presidente da entidade, Christian Seifert, em nota oficial, publicada no site da entidade.

 

A ideia é que as competições retornem na primeira semana de maio e, provavelmente, com portões fechados. Todas estas medidas são para evitar os riscos de contágio do novo coronavírus (covid-19).

 

Os dirigentes alemães devem se reunir novamente, dia 17 de abril, para avaliar os impactos da pandemia do novo coronavírus (covid-19) na modalidade. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o país germânico registra cerca de 68 mil casos confirmados da covid-19 e 682 mortos.

 

Para Karl Rummenigge, ex- jogador e atual presidente do Bayern de Munique, a temporada da Bundesliga precisa terminar de qualquer modo, mesmo que seja durante o rigoroso inverno alemão.

 

Fonte PNB Online


Redacao1 de abril de 2020
Screenshot_20200401-223426_Chrome.jpg

3min00

Assim como praticamente todos os clubes pelo mundo, o Flamengo suspendeu todas as suas atividades por conta da paralisação provocada pela pandemia do novo coronavírus. Com tudo parado no Brasil, as receitas tendem a diminuir e prejudicar as finanças. Mas o time rubro-negro divulgou nesta terça-feira, com seu balanço financeiro de 2019, que fez uma breve projeção e chegou à conclusão de que é possível ficar até três meses sem maiores danos.

Com uma receita bruta recorde de R$ 950 milhões e superávit de R$ 62 milhões, a diretoria do Flamengo destaca no documento exibido em seu site oficial que os impactos financeiros relativos à interrupção das partidas e dos campeonatos em 2020 podem ser absorvidos.

“Em relação a pandemia do COVID 19 que se alastrou pelo mundo e começou a impactar a região em meados de março, a Administração do CRF fez um teste de stress usando as informações disponíveis e projetando um cenário de interrupção de jogos por até 3 meses. A conclusão é de que os impactos financeiros são absorvíveis e não representam risco de continuidade nas operações. Acredita-se que a situação é transitória e que as receitas do clube, com exceção de bilheteria não sofrerão alterações significativas neste período, podendo ser compensados ainda ao longo do ano”, informou um trecho do balanço financeiro.

O “teste de stress” feito pela direção do Flamengo é um procedimento realizado por bancos e outras empresas para simulação de risco de impacto em determinado cenário. O balanço financeiro foi auditado pela Ernest & Young e essa auditoria deu parecer positivo, mas fez uma ressalva em relação aos critérios utilizados pelo clube rubro-negro para calcular a capitalização dos gastos feitos em atletas de formação.

Com relação à receita recorde em 2019, a explicação está na venda de jogadores. Ao todo, o clube fez R$ 294 milhões em negociações e parte deste valor (R$ 49 milhões) ainda será recebida. Outro fator importante é a bilheteria: valor bruto de R$ 109 milhões, com resultado líquido de R$ 48 milhões. Além disso, recebeu R$ 61 milhões com o programa de sócio-torcedor.

 

Fonte PNB Online


Redacao14 de março de 2020
images-36.jpeg

6min00

Os jogos de futebol de vários campeonatos no país serão realizados com portões fechados a partir do próximo final de semana. As decisões seguem orientação do Ministério da Saúde, que, nesta sexta (13), orientou que eventos com concentração próxima de pessoas fossem cancelados, adiados ou, se não fosse possível suspendê-los, que ocorram sem público. A razão é o surto do novo coronavírus (Covid-19), que desde a última quarta é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma epidemia global.

 

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, “não há regra única, cada local deve avaliar com as autoridades locais. Não temos o Brasil inteiro na mesma situação. O que não impede que tenhamos que adotar alguma medida geral em algum momento”.

 

Desta forma, a Federação Gaúcha de Futebol confirmou nesta sexta que os jogos da primeira e segunda divisões do estadual serão realizados sem torcida. “A medida segue as orientações do governo do Estado em relação ao risco de contágio do coronavírus”, informa a entidade.

 

Já a CBF emitiu uma nota no início da tarde desta sexta informando que todas as partidas de futebol marcadas para as cidades de São Paulo e Rio de Janeiro acontecerão com portões fechados.

 

“A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em sintonia com as orientações da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, determina que, a partir desta sexta-feira (13), todas as partidas de futebol marcadas para as cidades de São Paulo (SP) e do Rio de Janeiro (RJ) sejam realizadas sem a presença de público. A CBF já comunicou as Federações Estaduais de futebol de São Paulo e do Rio de Janeiro para que tomem as medidas necessárias em relação às competições disputadas nas respectivas cidades. Essa medida tem prazo indeterminado e está sendo tomada por conta do estágio de transmissão comunitária do coronavírus, já identificado pelo Ministério da Saúde nestes centros urbanos, situação que gerou a recomendação expressa de restrição do contato social nestes eventos”, diz a nota.

 

Antes, a Federação do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) já havia suspendido a venda de ingressos para todas as partidas da terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, marcadas para o fim de semana.

 

Com a orientação do Ministério da Saúde de que os confrontos agendados para a capital ocorram sem a presença de torcedores, serão afetados o clássico entre Vasco e Fluminense, no próximo domingo (15) no Maracanã, além dos compromissos de Flamengo e Botafogo pela competição.

 

Outro clássico brasileiro que será disputado com portões fechados envolve São Paulo e Santos, no próximo sábado no Morumbi, assim como o embate entre Corinthians e Ituano no domingo na Arena. As partidas são válidas pela 10ª rodada do Campeonato Paulista. Outros duelos marcados para a cidade de São Paulo por torneios de divisões inferiores, masculinos e femininos, terão o mesmo procedimento por tempo indeterminado. Por enquanto, conforme circular da Federação Paulista de Futebol (FPF), os compromissos agendados para o interior do estado seguem sem alterações.

 

Impacto no futebol

Na última quinta, a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou a suspensão dos jogos da próxima semana, de 15 a 21 deste mês, pelas Copas Libertadores e Sul-Americana. No mesmo dia, a federação uruguaia informou que as partidas do fim de semana serão disputadas, mas com portões fechados. Já nesta sexta, a associação de futebol do Paraguai paralisou o futebol local até o próximo dia 24. Na Europa, a Bundesliga (Campeonato Alemão) cancelou a rodada do fim de semana, e a Premier League (Campeonato Inglês) não terá compromissos até 4 de abril após o técnico do Arsenal, Mikel Arteta, e o atacante do Chelsea Callum Hudson-Odoi serem diagnosticados com o novo coronavírus.

 

Fonte: PNB Online

Foto Reprodução


Redacao9 de março de 2020
f36e399861eb70bb3fb98e4a6da3d861.jpg

5min00

A Tabela da Terceira Fase da Copa do Brasil foi divulgada pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Após o sorteio dos mandos de campo, realizado na sede da CBF, a Diretoria de Competições definiu todos os detalhes dos confrontos do torneio. Datas e sedes foram definidas, assim como todos os horários dos jogos de ida e volta.

Botafogo e Paraná abrem a próxima fase da Copa do Brasil na terça-feira (10), no Estádio Nilton Santos, às 19h15. No dia seguinte serão mais seis jogos. Quatro deles novamente às 19h15, e mais dois às 21h30. A rodada de ida se encerrará com mais três confrontos na quinta-feira (12). Vale ressaltar que esta fase da Copa do Brasil, após duas etapas com jogo único, tem a partida de volta.

Confira abaixo os confrontos de ida da próxima fase:

Botafogo/RJ x Paraná/PR

Data: 10/03

Hora: 19h15

Local: Estádio Nilton Santos – RJ

Juventude/RS x América/RN

Data: 11/03

Hora: 19h15

Local: Estádio Alfredo Jaconi – RS

Figueirense/SC x Fluminense/RJ

Data: 11/03

Hora: 19h15

Local: Estádio Orlando Scarpelli – SC

Ceará/CE x Vitória/BA

Data: 11/03

Hora: 19h15

Local: Estádio Presidente Vargas – CE

Ferroviária/SP x América/MG

Data: 11/03

Hora: 19h15

Local: Estádio Fonte Luminosa – SP

Cruzeiro/MG x CRB/AL

Data: 11/03

Hora: 21h30

Local: Estádio Mineirão – MG

Atlético/GO x São José/RS

Data: 11/03

Hora: 21h30

Local: Estádio Olímpico

Ponte Preta/SP x Afogados/PE

Data: 12/03

Hora: 19h15

Local: Estádio Moisés Lucareli

Vasco da Gama/RJ x Goiás/GO

Data: 12/03

Hora: 19h15

Local: Estádio São Januário

Brasil/RS x Brusque/SC

Data: 12/03

Hora: 19h15

Local: Estádio Bento Ribeiro

Ao todo, serão dez duelos nesta fase da competição. Além disso, as datas das fases seguintes – até a grande final – também já foram oficializadas.

 

Fonte: ASSESSORIA /CBF

Foto: Lucas Figueiredo/CBF


Redacao2 de março de 2020
9f295ceaf9bf51372830b3035448fd85.jpg

2min00

A Confederação Brasileira de Futebol divulgou a tabela da Série B do Campeonato Brasileiro 2020, após conselho técnico realizado na sede da entidade, no Rio de Janeiro. Ao todo, são 380 jogos que prometem muita emoção na luta por uma vaga na elite do futebol brasileiro.

Logo na primeira rodada, três dos times que estavam na Série A em 2019 jogam em seus domínios. O Cruzeiro recebe o Botafogo, enquanto o CSA mede forças com o Guarani, no Alagoas. Em Santa Carina, o Avaí enfrenta o Náutico, campeão da Série C. O único time que veio da elite e jogará fora de casa na estreia é a Chapecoense, que viaja até São Paulo para duelar com o Oeste.

O início da disputa da Série B está previsto para o fim de semana do dia 1º de maio. A 38ª rodada, por sua vez, deve ser disputada no dia 28 de novembro. (Com informações da CBF)

Confira a primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro:

– Cuiabá x Brasil

– Cruzeiro x Botafogo-SP

– CSA x Guarani

– Avaí x Náutico

– Oeste x Chapecoense

– Ponte Preta x América-MG

– Operário x Figueirense

– Juventude x CRB

– Vitória x Sampaio Corrêa

– Confiança x Paraná

Fonte: PNB Online

Foto: AssCom/ Dourado


Redacao29 de fevereiro de 2020
53a4a7796e777ffa356329aa4e688592.jpg

1min00

O Cuiabá enfrenta o Poconé, neste domingo (1), às 15h, no estádio Neco Falcão, em Poconé, pela sétima rodada do Campeonato Mato-grossense. Na história, as equipes somam apenas quatro duelos, sendo três pelo Estadual e um pela Copa FMF.

O Dourado leva vantagem, com três vitórias e um empate. O Auriverde anotou nove gols e sofreu quatro. Dos quatro jogos, três foram realizados em Poconé e apenas um em Cuiabá, na Arena Pantanal.

O último jogo entre as equipes aconteceu no dia 09 de outubro de 2018, com vitória do Cuiabá por 4 a 1, no estádio Neco Falcão, pela Copa FMF.

Já neste domingo, o Cuiabá joga para se manter na liderança. Já o Poconé briga para subir na tabela e somar mais três pontos.

 

Fonte: Poconet

Foto: José Tramontin/OFEC